• Thiago C. Vasconcelos

Por que vídeo monitoramento IP é tão vantajoso em relação ao analógico (CFTV)?

Atualizado: 12 de abr. de 2021



O termo “CFTV” é originado dos sistemas de segurança analógicos. CFTV significa “circuito fechado de televisão”, oriundo do termo em inglês CCTV (closed-circuit television). Este sistema analógico era representado basicamente por uma ou mais câmeras conectadas a um equipamento multiplexador via cabo coaxial.


Em Sistemas Analógicos, estes multiplexadores foram substituídos pelo DVR (Digital Video Recording), que são os “gravadores de vídeos digitais”.


O DVR basicamente recebe o sinal analógico gerado na Câmera via cabo coaxial e converte em dados digitais (bytes) e por este motivo é chamado de gravador digital. Desta forma, mesmo a imagem sendo transformada em “dados digitais” o sistema continua sendo analógico, pois a imagem gerada é analógica e o meio de transmissão é analógico, independente da tecnologia que pode ser HDCVI, TVI, HDTVI, etc.


Alguns fabricantes tentam dar sobrevida aos sistemas analógicos, porém, a tendência é que menos câmeras analógicas e DVRs sejam colocados no mercado. Muitos fabricantes já não fabricam câmeras analógicas e outros nunca fabricaram.


Todavia, ainda há fabricantes nacionais e internacionais que ainda desenvolvem câmeras analógicas e DVRs. No entanto a tendência é que este cenário mude, à medida que integradores, revendas e instaladores passem a utilizar apenas Sistemas IP em projetos.


Contribui para esta mudança o preço de uma câmera IP, o qual é considerado baixo, em face a todos os benefícios que um Sistema IP pode gerar em comparação a um sistema analógico.


Recentemente, um consultor de uma capital nordestina relatou que nem Condomínios desejam mais contratar sistemas analógicos. O relato é positivo para aqueles que defendem sistemas totalmente digitais (IP). Os sistemas digitais têm esta característica desde a geração da imagem, passando pela transmissão, ao gerenciamento e gravação, que pode ser num appliance, servidor, storage ou cloud computing.


A tabela a seguir mostra um comparativo entre um Sistema de Segurança Analógico (CFTV) e Sistema de Vídeo Monitoramento Digital (IP).


Com base no comparativo, verifica-se que um Sistema de Vídeo Monitoramento 100% IP é mais vantajoso que um sistema analógico (CFTV). Um Sistema 100% IP permite um maior controle dos equipamentos, flexibilidade para expansão, altos níveis de redundância, operação unificada, alta escalabilidade para armazenamento, gerenciamento centralizado, entre outros benefícios citados na tabela apresentada.


O termo CFTV já é utilizado há bastante tempo para representar um sistema analógico. Alguns profissionais fazem o uso do termo “CFTV IP” para representar um sistema de vídeo monitoramento IP. Esta concepção traz em si uma contradição, visto que CTFV representa sistemas analógicos e IP se refere a sistemas digitais. Logo, o termo “CFTV IP” não deve ser utilizado como referência a sistemas digitais.


Ao invés de utilizar o termo “CFTV IP”, mais adequado seriam os seguintes termos: Vídeo IP (IP Video) ou Vídeo em Rede (Network Video), sem utilização do termo CFTV. O termo “CFTV” traz o conceito de “Circuito fechado de televisão”, que se refere ao sistema analógico.


Desta forma, vários fabricantes já utilizam o termo Vídeo IP, Vídeo em Rede ou o termo em inglês Network Video. Estes termos são mais adequados para representar um Sistema de Vídeo Monitoramento IP, pois não faz referência o sistema analógico (CFTV).


A tendência é a consolidação dos Sistemas de Vídeo Monitoramento IP, substituindo de uma vez os tradicionais sistemas analógicos. Por fim, o sistema IP é o único que permite a integração com o ioT (internet das coisas), as Smart Cities e os Sistemas de Segurança em Cloud Computing.


# Quem sou eu?


Thiago Cavalcante Vasconcelos Consultor de Soluções, escritor e instrutor. Possui 30 certificações internacionais, incluindo: Axis, Bosch, Cisco, Dahua, Dell, Genetec, HID, Hikvision, ISS CCTV, ITIL, Kiper, Legrand e Microsoft. Atua com tecnologia desde 1997, é Bacharel em Sistemas de Informação com experiência em (TIC) desde 2004 e Segurança desde 2011, com foco em Plataforma de Segurança Unificada.


Possui premiação da Microsoft e Petrobras. Reconhecimento em primeiro lugar no "Infosec Competence Leaders 2018/2019. Experiência com soluções e/ou projetos para: Aeroportos, Presídios, Condomínios, Governo, Energia, Indústrias, Metrôs, Petrobras, Banco, Rodovia, Museu, Shoppings Centers e Vale.


Perfil Linkedin: www.linkedin.com/in/thiagovasconcelos83 

E-mail: contato@thiagovasconcelos.net

37 visualizações0 comentário